1 de junho de 2015

Avaliação – Chevrolet S-10 LTZ 2015

 
 

O mercado das picapes médias no Brasil vêm crescendo a cada ano e hoje já possui um status de carro de passeio. São inúmeros os fatores que contribuem para o crescimento deste seguimento, e entre eles podemos destacar que o consumidor está saindo da opção de veículo sedan e caminhando para um veículo maior e robusto, que ele possa usar tanto no meio urbano quanto de lazer.

 A Chevrolet certou bem na  linha 2015 da S-10, oferecendo a opção do motor 2.5 Ecotec Flex com tração 4X4. Até alguns anos atrás, encontrávamos a tração nas quatro rodas apenas em picapes com propulsores a diesel.

 Este novo propulsor da S-10, feito em alumínio, chega com uma boa dose de refinamento. Tem injeção direta de combustível, duplo comando de válvulas continuamente variável e sistema de partida a frio direta, sem o tranque adicional de gasolina. Com 197 cv / 26,3 kgfm de torque com gasolina e 206 cv / 27,3 kgfm quando abastecido com etanol, o motor é 13% mais econômico que a versão 2.4 Flex.

 A nova motorização só comporta o câmbio manual de seis marchas e é oferecida apenas na carroceria com cabine dupla. Já a tração pode ser 4X2 ou 4X4. E mesmo com toda a robustez e personalidade rústica da S-10, a configuração LTZ com tração 4x4 é bem recheada com itens de série dignos de um veículo familiar. Vêm com conjunto elétrico de travas e vidros, piloto automático, sistema multimídia com navegador GPS, coluna de direção regulável em altura, rodas de liga leve de 17 polegadas, faróis tipo projetor, lanterna de led, sensor de estacionamento e câmara de ré, bancos em couro, volante multifuncional, rack de teto, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em aclives e controle de declives.

 Dirigir uma picape média dessa no trânsito urbano pode impressionar quem ainda não está acostumado, nos primeiros instantes você pode até estranhar a largura e altura do veículo, mas basta um pouco de tempo para você se adaptar e logo começa a pegar o jeito. Querendo ou não, as proporções avantajadas, aliadas à robustez do modelo, impõem seu respeito no trânsito. Mas fora isso, a condução da S10 LTZ 2.5 Ecotec se assemelha demais a de um carro de passeio. O rodar é extremamente suave e, ao contrário do que espera de um veículo deste porte, as inclinações de carroceria são bem controladas. A suspensão filtra os impactos e irregularidades do asfalto e o motor, mesmo quando se exige mais força, mantém um ruído aceitável. 

 Os bancos são bem confortáveis e possuem revestimento em couro assim como as laterais das portas e acabamento em preto brilhante no painel central, que chama a atenção. Sem dúvida está é uma boa opção para quem procura uma picape com linha atual e recheada de opcionais e tecnologia, principalmente na parte mecânica. O preço da S-10 parte de R$ 110.030 na versão LTZ, igual a este exemplar avaliado.

 Texto e Fotos: Fernando A. De Gennaro