26 de setembro de 2014

Lançamento - Mahindra M.O.V. 2015



 
A Mahindra Brasil apresentou ontem (25/09) em um coquetel para convidados e imprensa a sua nova novidade para o mercado nacional, a Mahindra M.O.V. 2015  (Mahindra Offroad Vehicle). Trata-se de um produto que vai de encontro com aqueles que procuram um veículo versátil, capaz de superar os desafios das pistas off-road. Equipada com eficiente motor Diesel 2.2 16V Turbo que desenvolve 120 HP, câmbio manual de 5 marchas e tração 4X4, o modelo já está disponível para venda, custando cerca de  R$97.900.
 
Conforme pronunciamento de Alvaro Julio Sandre, diretor comercial da marca no Brasil,  a Mahindra M.O.V. foi um veículo projetado para ser utilizado no dia a dia e no lazer em família e que apresenta uma proposta diferenciada, é o único de sete lugares da categoria. Entre os itens de série do utilitário estão presentes: ar-condicionado, freios ABS, retrovisores elétricos e cruise control. Em breve estaremos realizando uma avaliação completa com este novo modelo.
 
Fotos: Fernando A. De Gennaro
Evento a convite da Mahindra Brasil
 
 
Alvaro Julio Sandre, diretor da Mahindra Brasil falando sobre o lançamento
 
 
 
 
 

Avaliação - Mahindra Pik-Up 4X2 Cabine Simples 2014

 
Valente para enfrentar grandes obstáculos e confortável para dirigir. Estes foram alguns dos aspectos que notei ao retirar a Mahindra Pik-Up 4X2 Cabine Simples na concessionária da marca em São Paulo-SP. Os veículos da Mahindra são montados pela Bramont, em Manaus, desde 2007, com alta tecnologia e qualidade. 
 
Seja para ser utilizada no trabalho ou no uso urbano, encontramos bons requisitos sobre o produto de origem Indiana. Entre eles está a posição de guiar,  bastar fazer alguns ajustes no banco e na direção para você se esquecer que está a bordo de uma picape grande.  Com boa estabilidade nas curvas, a picape conta com uma suspensão ajustada e macia, mesmo quando seu uso é fora das estradas, nos terrenos mais acidentados.
 
Equipada com motor Diesel 2.2 16V Turbo que desenvolve 120 HP,  ela mostrou ser eficiente, além do motor ter um baixo ruído e bom acerto de torque. O câmbio manual de 5 marchas possui engates precisos graças ao acionamento hidráulico do pedal de embreagem. A média de consumo ficou próximo a 13 km/litro entre cidade/estrada. Com relação a capacidade de carga ela pode levar até 1.500 kg e o cliente tem a opção de instalar a carroceria de baú ou utilizar a caçamba de madeira, como estava no modelo em que avaliamos. 
 
De fábrica ela vem equipada com vidros elétricos, rádio com entrada USB, ar-condicionado, direção hidráulica e alarme. No requisito de segurança a picape já se enquadra na nova Legislação de Segurança de Trânsito do Brasil, saindo de fábrica com air-bag duplo e ABS. Outro ponto interessante é o preço. Custando cerca de R$ 65.000 mil é possível comprar a versão cabine simples sem a caçamba. Quem optar pela cabine dupla o valor é por volta de R$ 81.500. A Mahindra oferece garantia de 3 anos ou 100.000 kms para seus veículos.
 
A empresa indiana, que hoje atinge USD 16,7 bilhões em vendas, está presente também em diversos setores, além do automotivo, como o da tecnologia da informação, infra-estrutura, comércio e equipamentos agrícolas que no Brasil também atua fortemente no segmento de tratores, junto a Bramont.
 
Texto e Fotos: Fernando A. De Gennaro
Veículo cedido gentilmente pela Mahindra Brasil para a avaliação.
 
 
 









 

22 de setembro de 2014

Avaliação – JAC J6 2.0 16V 2014

Havia um bom tempo que eu não dirigia no Brasil uma minivan com um espaço interno grande e que oferece uma boa dose de conforto. Poder testar o JAC Motors J6 seria uma experiência muito agradável. Saindo do escritório da JAC Motors na Vila Leopoldina, em São Paulo-SP, logo procurei me habituar ao veículo, como de praxe.

Os bancos possuem uma posição alta e com ampla visão de tudo que esta acontecendo na sua frente. Já a posição da direção fica um pouco elevada dependendo da altura do motorista, mas basta acertar os ajustes que tudo se acerta com facilidade. A suspensão é macia e com poucos solavancos. Após pegar a Rodovia dos Bandeirantes para retornar a redação, percebi outro ponto forte da minivan Chinesa, à dirigibilidade na estrada, principalmente mostrando ser um carro firme nas curvas, situação que hoje dificilmente encontramos em outras grandes marcas que também possuem minivans.

Na parte mecânica o J6 está equipada com motor 2.0 16V que desenvolve 136cv de potência, que trabalha em conjunto com o câmbio manual de 5 velocidades. De série vale ressaltar que o modelo já vem com: airbag duplo, freios ABS com EBD (controle de estabilidade), ar condicionado digital, direção hidráulica, sistema de som com USB, portas com travamento automático e sensor de estacionamento, retrovisores e vidros com acionamento elétrico. Como opcional estão disponíveis barras no teto e o sistema de DVD acoplado.

Durante os sete dias que avaliamos o J6 percorremos pouco mais de 1.000 KMs. Nesse tempo avaliamos bem o espaço interno e a capacidade de transportar pessoas e bagagens. A minivan mede pouco mais de 4.55 metros, sabemos que espaço é o que não falta no JAC J6. Sua capacidade de carga é de 710 litros no porta malas, que pode ser ampliado para até 2.200 litros com os bancos rebatidos. O J6 é um veículo Ideal para a pessoa que possui uma grande família, que precisa espaçoso e levar muita “tralha”.

Acho interessante observar, principalmente no transito ou quando você para o carro no farol (sinal de trânsito), as pessoas olhando e procurando saber que minivan é. Lembro da situação de estar parado, em frente uma sorveteria na cidade de Vinhedo (SP) e quando estava saindo do veículo um senhor me abordou perguntando que marca era a minivan, pois ele havia gostado, principalmente do desenho do carro. Comentei com ele sobre o design harmonioso e moderno, pois poucas pessoas sabem, mas o renomado estúdio de design italiano, Pininfarina, no qual tive o privilégio de conhecer, foi que projetou e criou os desenhos da marca JAC Motors, que atualmente passaram por um leve face-lifth.

Seu preço parte de R$ 60.590, para a versão com capacidade para até 5 passageiros, por esse valor ela vem com ar-condicionado digital, direção hidráulica, airbag duplo, freios ABS, rodas de 16 polegadas e rádio com CD player com porta USB entre outros itens. Enquanto que a versão Diamond de sete lugares chega custando R$ 62.590, e possui bancos intermediários e traseiros individuais, rebatíveis e removíveis, farol de neblina, farol com regulagem elétrica de altura, rodas de liga leve, suspensão traseira dual link, sensor de estacionamento, freios ABS com EBD. Entre seus principais concorrentes estão o Nissan Livina, que parte de R$ 46.290 na versão de entrada com motor 1.6 e chega a R$ 52.090 na versão 2.0 completa. E o Chevrolet Spin, que parte de R$ 49.890, na versão LT e pode custar até R$ 59.790 na LTZ..
 
Texto e Fotos: Fernando A. De Gennaro