18 de setembro de 2013

Como fazer uma viagem de carro pela Itália - Dê a sua opinião e concorra a uma camiseta da Ferrari !!!


Há ideia melhor do que estar dirigindo um carro potente e confortável e conhecer um belo lugar? Se você é fã de automóvel saiba que você é um candidato a entrar no grupo dos apaixonados por viagens ao volante.

Há inúmeras razões para justificar a escolha de conhecer um novo país ou cidade dirigindo um carro. A maior liberdade e a possibilidade de ver mais de perto a beleza de muitos lugares, sem tanta preocupação com horários, é um convite à essa modalidade de viagem.

Se você acrescentar a isso o fato das pistas europeias terem, na sua maioria, excelentes condições e segurança, a viagem motorizada fica ainda mais convidativa.

Muitos turistas listam uma série de benefícios ao se escolher viajar de automóvel. O maior deles é o conforto, você é dono do seu tempo, não há horários de partida nem de chegada, você os determina; se você for com amigos os custos podem ser divididos; se você se apaixonar por alguma paisagem é possível parar para fotografar a qualquer hora; para quem não abre mão da privacidade, o carro tem a vantagem de você só ter a companhia que você escolher.

Imagine você partir de Roma seguir até Florença, passar por Bolonha e chegar em Veneza? É possível!

Planeje bem o roteiro com ajuda de mapas, GPS e de um confortável automóvel preparado para correr por longas e belas estradas.

É muito importante durante o planejamneto pesquisar o máximo de informações sobre as regras do país escolhido, como pagamento de pedágios, documentação e limites de velocidade, evite multas. Não esqueça de ter seu seguro viagem internacional para garantir segurança durante todo o tempo e trajeto da viagem.

Organize os mínimos detalhes

A internet é uma grande aliada nessa fase de planejamento, há inúmeros serviços que podem ajudar você. Da mesma forma como você pode obter preços de consócio de auto, comparações de preços para seguro de carro, você pode também iniciar sua pesquisa sobre aluguel de automóvel. Existem diferenças nos valores de acordo com o modelo. Além disso, é recomendável iniciar o processo de aluguel ainda no Brasil, você pode inclusive, já sair motorizado do aeroporto.

Algumas locadoras oferecem descontos se você alugar para períodos superiores a 7 dias. Há valores que incluem a volta do carro para a cidade de partida, verifique junto à locadora de veículos.

Chegando a Roma...

A capital italiana é um convite aos olhos e ao paladar. Cidade de vários encantos, Roma, guarda uma rica história e sua arquitetura é a testemunha secular diante dos olhos curiosos dos milhares de turistas que a visitam todo ano. Este artigo aqui também apresenta várias dicas sobre Roma.

Se você está de carro em Roma, procure um estacionamento e siga a pé em algumas partes do centro. No Vaticano, a Praça de São Pedro, a basílica e o obelisco se destacam pela grandiosa beleza. A Capela Sistina é uma obra arquitetônica com afrecos e pinturas de renomados artistas italianos como Michelangelo, Rafael, Bernini e Sandro Botticelli. O coliseu romano é lugar obrigatório, símbolo do império romano, mantem-se imponente na paisagem da cidade.

Deixar Roma e seguir até Florença de carro, significa passar por atrativas paisagens que incluem cidades às margens do rio Tibre que atravessa a Toscana. Cidadezinhas medievais, vilas tranquilas e florestas. A distância que separa a capital italiana de Florença são cerca de 230 quilômetros.

A encantadora Florença

A cidade berço de Dante Alighieri guarda muita beleza, o Palácio Velho, a Ponte Vecchio, Catedral de Florença -Santa Maria del Fiore, a Galeria Uffizi são alguns dos monumentos do patrimônio que merecem sua visita. Lembre-se que muitos locais de estacionamento são pagos, há máquinas eletrônicas de parquímetros em muitos pontos de estacionamento rotativo.

Nesses passeios dentro do centro use seu carro também como depósito, não carregue bolsas pesadas, você pode deixá-las dentro do automóvel e quando sair para fazer compras não há tanta preocupação com peso da bagagem.

Seguindo até Veneza com um parada em Bolonha

A rota de Florença até Veneza tem uma distância de 267 quilômetros, usufrua da situação de viajar de carro e não hesite em parar no meio do caminho para conhecer e saborear restaurantes na estrada. Outra opção são as paradas nos postos de gasolina, sempre há serviços e lanches rápidos.

Uma das paradas pode ser em Bolonha, conheça a quinta maior igreja católica do mundo: a Basílica de São Petrônio, um palácio construído em 1245: o Palazzo Re Enzo e as Torres Medievais de Bolonha - Torres dos Asinelli. Não esqueça de provar o molho à bolonhesa, famoso mundialmente.

A partir daqui só faltam 150 quilômetros para chegar até Veneza. A cidade dos belíssimos canais e românticos passeios de gôndolas é o final dessa rota de carro. Presente na lista de Patrimônio da Humanidade da Unesco, Veneza oferece ao visitante uma infinidade de bonitos passeios.

O Grande Canal, maior via aquática de tráfego da cidade, dá ao turista o desfrute de observar encantadoras pontes como Ponte de Rialto (a mais famosa), Ponte da Academia, Ponte dos Descalços e Ponte da Constituição, além da variedade de antigos casarios.

Não esqueça de sua documentação antes de partir, tenha sua carteira de motorista brasileira-CNH e a PID – Permissão Internacional de Direção em mãos, além de seu passaporte.

Quer ganhar uma camiseta de uma escuderia da Ferrari?

Responda: Você já andou de carro em outro país ou no Brasil? Quais os trechos que você curtiu?

Divulgue também no seu blog com os seus leitores! O sorteio será no dia 2 de outubro.

5 comentários:

Adriano Kaiser disse...

Gennaro, como sempre suas matérias são muito instrutivas, parabéns pela iniciativa de dividir suas experiências! Tenha certeza que isso ajuda muito os seus leitores.
Grande Abraço

Kaiser

Mark Smith disse...

Ah andar de carro no exterior... experiências e experiências.. rs

USA - paraíso das conversões. Como gostam de fazer semáforos de 3, 4, às vezes 5 fases... Fazem parecer o semáforo da Capela na estrada da Boiada parecer rápido.. rs

Alemanha - o exército no transito. Incrível como os Alemães se portam no transito. Uma educação e respeito às regras exemplares. Nas Autobahns, melhor não invadir a esquerda a menos de 200 km/h... rs

Roma - não dirigi mas gostaria. O Caos total rs. Carros em fila dupla, os carabinieri voando pela cidade toda, buzinas por todos os lados. Seria uma experiencia inesquecível rs.

Abs!

claudio heliano disse...

Nunca dirigi fora do Brasil, mas deve ser algo realmente "novo", em cada país uma cultura e educação diferente.

Reclamamos de nosso trânsito - e com razão - mas nada melhor do que viver uma experiência internacional para poder falar de verdade.

Em meu país já viagei em direção a Valença-BA e nada melhor do que curtir aquelas municípios em volta das estradas, fazer uma parada tomar um suco, comer um bolo numa lanchonete, é onde se vê gente de tudo que é canto quando a gente viaja.

Respirar um ar diferente faz a gente se renovar...

Estarei divulgando seu post em meu blog, pode deixar, um abraço!

Viagar é bom D+!

Claudio Heliano disse...

Olá!

De Gennaro, como prometido divulguei seu post junto com o sorteio da camiseta Ferrari lá no blog.

Confira: http://claudiof1.blogspot.com.br/2013/09/como-fazer-uma-viagem-de-carro-pela.html

Sucesso!

Att.
Claudio Heliano

Claudio Heliano disse...

E aí Gennnaro, quem ganhou a camiseta Ferrari?