17 de julho de 2011

Parte 6 - Direto de Maranello, Itália / Visitando a casa da Ferrari

Fachada da entranda principal da Ferrari - Via Dino Ferrari


No ano anterior, eu já havia visitado a Itália, passando por Milão e Maranello. Este ano aproveitei para visitar meu amigo Filipe Santoro que mora em Turim e não poderia deixar de passar novamente por Maranello, a casa da Ferrari. Visitar a pátria de vários fabricantes de carros esportivos, a Itália torna-se um dos principais roteiros de viagem para qualquer aficcionado por carros. Além de manter um acervo histórico e cultural em cidades como Roma, Veneza, Milão, Florença ou Nápoles, há outras cidades que também têm o seu valor quer seja pela culinária, arquiteturas, como também pelas suas tradições centenárias. Um desses exemplos é a cidade de Turim, escolhida por mim como a base desta minha viagem pela península em “forma de bota”.


Estação de trem - Modena

Chegando de TAXI em Maranello


Para ir de Turim até Maranello é necessário pegar um trem na Estação de Turim com destino a cidade de Modena que está localizada a 300 kms de Turim. Existem várias opções de trens para você escolher. Eu optei pelo Trenitália Intercity, pois ele realiza apenas seis paradas e a duração da viagem é de 2 horas. O trem é muito bom e oferece um ótimo conforto aos ocupantes, além disso, a paisagem é simplesmente fantástica. Chegando à Estação de Trem de Modena, existe um ponto de TAXI em frente à estação. De Modena até Maranello são apenas 20 kms de distância. Fale para o motorista deixar você em frente a Ferrari e o custo desta corrida de TAXI sai por 25 Euros.

A cidade é bem temática e organizada


Maranello, o que falar...o que dizer ? É simplesmente um sonho para os apaixonados por automóveis visitar está cidade. Maranello é uma comuna situada na província de Modena, Itália. Com aproximadamente 32 Km2 de área e pouco mais de 15.000 habitantes, o lugar não desponta como um dos principais destinos turísticos italianos para o público geral. Mas para os admiradores dos modelos superesportivos, Maranello se torna uma parada obrigatória, sobretudo por sediar uma das fabricantes mais importantes desse nicho automotivo: a Ferrari.

Entrada da Galleria Ferrari - Na próxima semana vou colocar as fotos do museu


A cidade possui um belo acervo arquitetônico, o que torna o lugar atrativo até mesmo para quem não visita a cidade para ir apenas ao museu da Ferrari, nem tampouco é apaixonado pela marca, embora por toda parte da cidade o ‘cavallino rampante’ e a cor vermelha estejam presentes. Anualmente, cerca de 200 mil turistas de diversos países, visitam a “Galleria Ferrari” museu oficial da marca italiana que você vai acompanhar em breve aqui as fotos.

A Vittoria Competizione é uma oficina autorizada para preparar os esportivos da Ferrari


Já havia visitado Maranello no ano passado, ficou mais fácil e interessante andar pela cidade. Logo que cheguei a Maranello, fui direto para a loja Warm-Up que está situada em frente à “Galleria Ferrari”, além de disponibilizar diversos produtos oficiais da Ferrari em suas prateleiras, oferece também o Test-Drive em diversos esportivos da Ferrari e Lamborghini. Acompanhe na próxima semana as fotos e o vídeo do Test-Drive que realizei na Ferrari 458 Itália e Lamborghini LP-560.

Fachada da loja da Warm-Up - Confira na próxima semana os vídeos e as fotos do Test-Drive na Ferrari 458 e Lamborghini LP-560

Existem outras empresas em Maranello que também possuem a disposição esportivos da Ferrari para o Test-Drive

Ristorante Ferrari e Ferrari Store estão localizados em frente a fábrica da scuderia italiana

Na loja da Ferrari Store em cima do balcão estão algumas das assinaturas dos pilotos que compõe a Scuderia Ferrari

Está é a entrada do laboratório de testes da Ferrari F1 Team

Neste prédio são montados os carros de F1 da Ferrari. No fundo da imagem está o túnel de vento da Ferrari

Iveco Dayle da Scuderia Ferrari


Em frente a Pista di Fiorano


Ficar observando por alguns minutos a Pista di Fiorano foi muito emocionante. Este traçado é utilizado desde 1972 e serve para testes machinnas e dos bólidos de F1 desenvolvidos pela Ferrari